Descubra as qualidades de um bom recrutador!

Profissionais que atuam em Recrutamento e Seleção tendem a se especializar em um determinado nicho do mercado ou até mesmo perfil profissional.

Ainda assim, algumas habilidades são universais para que o profissional desempenhe o seu papel com excelência. Descubra as 3 qualidades fundamentais para ser um recrutador de sucesso!

Boas relações interpessoais

Um recrutador tem contato diário com profissionais de diferentes áreas, níveis e cargos. Por isso, é preciso saber se relacionar, cultivando flexibilidade para lidar com pessoas e entender suas motivações.

Este profissional deve praticar a escuta ativa, uma vez que ele é responsável por entender se o candidato se encaixa perfeitamente no que buscam para a vaga a ser preenchida.

Caso o recrutador seja especialista em uma área, é importante dominar o vocabulário e as tendências do mercado no qual atua, além de ter poder de persuasão e negociação. Afinal, ele “vende” a empresa que representa para o candidato e, por isso, precisa fazer apresentações convidativas.

Inteligência emocional

Nem sempre o processo seletivo sai como o planejado. As entrevistas podem não ser produtivas ou um candidato pode desistir da vaga no meio do caminho, gerando atrasos. Para lidar com essas adversidades, é preciso cultivar soft skills, como a inteligência emocional.

Inteligência Emocional nada mais é do que a habilidade de reconhecer os próprios sentimentos, e o dos outros, e saber lidar com eles.

É uma qualidade essencial para contornar situações inesperadas, muito comuns em um mercado de trabalho dinâmico como o da atualidade.

Organização

As tarefas de um profissional que atua com Recrutamento e Seleção vão além das entrevistas!

Geralmente o recrutador é responsável por administrar o processo de recrutamento e seleção de ponta a ponta.

O dia a dia é composto por diversas tarefas como:

  • Atrair candidatos e cultivar base de dados confiável, como a MODO.
  • Identificação dos candidatos que melhor se encaixam na vaga.
  • Agendar e realizar entrevistas ou testes técnicos com os candidatos.
  • Negociar salários e benefícios.
  • Auxiliar funcionários recém-contratados no processo de adaptação, começando pelo onboarding.

Para lidar com o volume de trabalho, recrutadores devem ter a organização entre as suas habilidades fundamentais.